Quando vamos a um restaurante, esperamos que nos seja oferecido um alimento com uma aparência que desperte nosso apetite, que seja inócuo, e que tenha sido preparado em um ambiente adequado e limpo, no qual os funcionários estejam em boas condições de saúde e bem asseados.

 

A alimentação tem por finalidade nutrir, promover a saúde e, em hipótese alguma, causar doenças!

 

A Segurança Alimentar não é passível de negociação.

 

Servir alimento inócuo não consiste em uma opção. É obrigação dos profissionais que atuam em setores de preparação e fornecimento de alimentos, mesmo que esta não seja a atividade principal do estabelecimento.

 

Faz-se necessário lembrar que nem sempre alimentos que apresentam textura, sabor e odor agradáveis estão em boas condições para o consumo, ou seja, alimentos com boa aparência podem transmitir doenças!

 

Para que o alimento seja inócuo, é fundamental a realização de treinamentos, uma das melhores maneiras de criar uma cultura de Boas Práticas de Manipulação, dentro de estabelecimentos que forneçam alimentos a seus clientes.

 

Deve-se ter um programa eficaz de controle de perigos na preparação de alimentos. Corrigir um problema, depois que suas conseqüências já aconteceram, não é um programa eficaz.

 

Portanto, é imprescindível que se criem condições para que os colaboradores sejam treinados e capacitados, e estejam consciente de suas responsabilidades no preparo e serviço de alimentos.

 

Áreas de Atuação

• Restaurantes Industriais e Comerciais
• Bares
• Cafeterias
• Lanchonetes
• Supermercados e Hipermercados
• Cantinas Escolares
• Cozinhas Industriais
• Restaurantes de Hotéis, Pousadas e Similares
• Catering (Serviços de Bordo)
• Redes de Fast-Foods
• Deliveries
• Padarias
• Confeitarias
• Clubes
• Bufês
• Serviços de fornecimento de alimentos
• Empresas de alimentação em geral

Assessoria e Segurança Alimentar 

Serviços